Clube da Menô

A minha vida só é possível incrementada!

Áudios

A Turma da Bossa
Data: 04/01/2009
Créditos:
Música: Eu não Existo sem Você/ Soneto do Corifeu (Jobim e VinÍcius) Com a Turma da Bossa (cantores Gustavo Rocha e Juli Mariano). Do Disco "Turma da Bossa", gravadora CID, volume 2.
Copyright © 2009. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Em comum acordo com o autor Arnaldo Agria Huss, publico seu artigo-crônica neste meu espaço. Em Áudio podem ouvir o conjunto, no título A Turma da Bossa.
Vejam o PPS Carta ao "tom", em E-livros/PPS. Link:
http://www.recantodasletras.com.br/e-livros/1370503

Fim de Ano com muita Bossa
Arnaldo Agria Huss

Já estamos em 2009, com a eterna esperança de que seja um ano bom e que tenhamos muita paz, muita saúde e muito amor. Pelo menos esses são os votos que todos normalmente desejam a todos. Roguemos para que isso se concretize.

Infelizmente há um desejo que não poderá se repetir neste 2009: a comemoração dos 50 anos da bossa nova, movimento musical surgido em 1958, que revolucionou a música popular brasileira e que teve como marco inicial (e oficial) a gravação por João Gilberto da canção “Chega de Saudade”, composição musical de Antonio Carlos Jobim e Vinícius de Moraes. Tanto que João Gilberto é considerado o pai da bossa nova em razão da nova “batida” que introduziu ao violão, considerada dificílima no começo.

Conta-se uma história onde Badeco, o grande violonista do conjunto “Os Cariocas”, em determinada gravação, não conseguia “puxar” aquela batida em seu violão. João Gilberto, que coincidentemente estava no estúdio, se ofereceu gentilmente para fazer tal gravação no lugar de Badeco, sem que houvesse necessidade de dar-lhe os créditos. Garante-se que a história é verdadeira.

Ao longo do ano de 2008 foram muitas as comemorações, principalmente no Rio de Janeiro, a cidade que foi o berço do movimento e onde ainda se encontram muitos daqueles que deram início a tudo, como Roberto Menescal, Miéle, Carlos Lyra, Wanda Sá, Marcos Valle, João Donato, Johnny Alf, Leny Andrade, João Gilberto...

Ao aproximar-se o final do ano fiquei sabendo que a “Toca do Vinícius” (que eu já conhecia), uma loja em Ipanema, no Rio, especializada em bossa nova e que vende discos e livros sobre o assunto (muitos deles raros), iria promover a “Festa de Encerramento do Ano da Bossa Nova” no dia 31 de dezembro. Ao saber disso, pensei comigo: “Essa eu não perco!”.

E não perdi mesmo. No último dia de 2008 lá estava eu em Ipanema, na rua Vinícius de Moraes 129-C (antiga Montenegro), endereço da “Toca” e onde a festa seria realizada em frente à loja. Tudo preparado, os instrumentos musicais já devidamente montados para o show, muitos banquinhos à disposição dos espectadores, um visual agradável, além de muita gente simpática e bonita, davam o tom daquele momento tão especial.



Os banquinhos, é claro, não foram suficientes e a multidão se espalhou como pode, chegando até a invadir a acanhada rua, dificultando o tráfego que não havia sido interrompido. Essa rua liga a Avenida Epitácio Pessoa, na Lagoa Rodrigo de Freitas, com a Avenida Vieira Souto, na orla de Ipanema.

Eu não tinha a menor idéia de quem iria se apresentar naquela tarde/noite. Cheguei até a pensar que lá estaria presente algum cobra da época áurea da bossa nova, mas isso não aconteceu. Mas a “turma” que se apresentou durante quase uma hora e meia fez com que quem ali estava viajasse literalmente ao passado e, fechando-se os olhos, seria possível situar-se em pleno momento máximo da bossa nova.



O professor Carlos Alberto Afonso, proprietário da Toca do Vinícius, um apaixonado pelo movimento musical em questão, por Ipanema e pelo Rio de Janeiro, escolheu criteriosamente quem iria se apresentar naquele momento tão especial.



E lá estava um conjunto musical que surgiu em 1999, chamado apropriadamente de “Turma da Bossa”. O repertório escolhido foi de um bom gosto a toda prova, com músicas como: Chega de Saudade, Lamento, Água de Beber, Garota de Ipanema, Rapaz de Bem, e outras igualmente maravilhosas. E ainda houve a canja durante o acerto final dos instrumentos e da voz, quando tocaram e cantaram deliciosamente “Vatapá”, de Dorival Caymmi, com a bateria se destacando numa cadência rítmica perfeita.



A “Turma da Bossa” tem em sua composição atual Gustavo Rocha (piano acústico, piano elétrico e voz), Julio Carvana (violão e voz), Juli Mariano (voz), Oswaldo Lafayette (baixo) e Luiz Makarra (bateria).



Durante todo o show a emoção predominou entre os presentes e muitos jovens cantando perfeitamente a letra daquelas canções eternas e inesquecíveis. Aplausos, assobios e gritos de “BRAVO” davam o tom do que estava sendo transmitido ali por aqueles músicos afinadíssimos e pelo carismático professor Carlos.

O show transcorreu por quase uma hora e meia, sem intervalos, onde se estabeleceu uma empatia radiante entre a embevecida platéia e os músicos. Como é de praxe, houve o famoso pedido de “mais um”, que veio com “Aquele Abraço”, de Gilberto Gil.



O encerramento de todo aquele espetáculo deslumbrante só poderia ter sido com “Cidade Maravilhosa” (1935), de André Filho, uma espécie de hino à cidade do Rio de Janeiro, aliás a mesma música que abriu a festa, por iniciativa do professor Carlos que, segundo Gustavo Rocha, “é a única música que ele sabe cantar” (sic).



Um show assim me faz ter ainda mais a certeza de que são as coisas simples que carregam o poder de nos fazer felizes e que a bossa nova não poderia ter sido melhor homenageada como foi neste espetáculo tão simples e ao mesmo tempo tão maravilhoso.

Toca do Vinícius
Homepage: http://www.tocadovinicius.com.br
E-mail: tocadovinicius@tocadovinicius.com.br

Turma da Bossa
Homepage: http://www.turmadabossa.com.br
E-mail: contatos@turmadabossa.com.br

Rio, 3 de janeiro de 2009

Página de Arnaldo Agria Huss
http://www.recantodasletras.com.br/autor_textos.php?id=17612
Fotos de sua autoria


Enviado por Leila Marinho Lage em 04/01/2009

Copyright © 2009. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.



Comentários



Site do Escritor criado por Recanto das Letras