Clube da Menô

A minha vida só é possível incrementada!

Textos


Teias e aranhas
 
Esta foto foi tirada de baixo pra cima. Eu passeava na mata, num lugar lindo e, de repente, eu olhei para o céu azul. Foi quando eu percebi que entre mim e as nuvens muitas aranhas fizeram teias e passeavam sobre minha cabeça.
 
Eu sempre tive muita simpatia por aranhas. Elas não me assustam e me trazem uma filosofia perfeita: elas apenas tecem suas defesas e esperam pacientemente o ataque às suas vítimas, inexperientes e desatentas. Muitas podem ter veneno, mas a maioria apenas tritura, esmaga, suja sua presa.
 
As aranhas trabalham incessantemente e não esmorecem. O tempo todo pensam na sobrevivência e na proteção de seus descendentes, fazendo uma arte exata com suas armadilhas. Elas não são piedosas jamais: quem cair na teia se dá mal.
 
Eu não sei como eu gosto tanto de aranhas e odeio tanto as pessoas que se comportam como elas...
 
Leila Marinho Lage
Junho de 2012

http://www.clubedadonameno.com
 

Leila Marinho Lage
Enviado por Leila Marinho Lage em 26/06/2012
Alterado em 19/07/2012
Copyright © 2012. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários



Site do Escritor criado por Recanto das Letras