Clube da Menô

A minha vida só é possível incrementada!

Textos

Para uma menina em Portugal

Bem-vindo às Mensagens Instantâneas Off Line!

ANA DIZ:

OLÁ, LEILA.
SENTIMOS TUA FALTA. NUNCA MAIS ENTRASTE NO MSN.
COMO ESTÁS?

LEILA DIZ:

Hoje é meu aniversário. Tenho muito a agradecer, tanto pelos coisas boas que foram colocadas na minha vida como por todos os percalços que tive que ultrapassar e que me fizeram o que sou hoje.

Eu muitas vezes me isolo e pareço meio fria, quase uma sombra, mas, não... É que eu filtro o que vale a pena ser dito e o que a gente tem que resguardar - apenas mostrando ao mundo a síntese, a concepção das coisas.

Por exemplo: Não existe nenhuma coisa por mim publicada que não tenha sido feita com amor e com o meu mais profundo sentimento. Nunca apareço na Internet para fazer algo em vão. Mesmo que não entendam, eu estou passando minha alma naquilo.

Eu hoje digo: Sou uma mulher de cinquenta, um número que nem a Skoll (Isso não pode entender, pois é um mote de uma propaganda de cerveja, que diz que esta desce redondinho na garganta).

Quero que saiba que eu amo e respeito todos que passaram e passam na minha vida. Você, que apesar de eu não conhecer pessoalmente, faz parte de minha adolescência, já que vem de dentro de uma de minhas melhores amigas da juventude, agora tão distante.

Não tem como entender a emoção que passamos, eu e sua mãe, ao nos vermos depois de tantos anos através de uma webcam. A modernidade nos proporcionou momentos que jamais poderíamos ter. Sei que naquele dia Deus estava entre nós, no momento em que mostrei o cordão que banhei a ouro de uma bijuteria que sua mãe me deu há uns... 35 anos...

Um dia terá 50... E lembrará de sua vida do passado e de quanto você era feliz e não sabia.

Só espero que neste dia saiba o quanto ainda é feliz, como eu sou, apesar de tantas tristezas que suporto em minha vida. Saiba que o que me faz feliz é saber que tenho amigos e pessoas lindas que me "sentem", mesmo à distância, além de amar muito quem está aqui perto de mim e que faz parte de um mundo que os outros dizem não poder existir...

Um beijo à sua mãe e pai, ao seu tio, esposa e filhos, aos seus irmãos. E para você e sua família, um beijo especial, menininha. Sua irmã, que conheci aqui no Brasil em um momento muito triste, me fez ver que a distância e o tempo são só apenas detalhes.

Se existe amor, este amor vai prevalecer até o final dos tempos. Sinto saudade do sorriso de Rosa, Rose Marie. Ela me apareceu pela primeira, e única vez, diante de mim ,como sua mãe, quando nós éramos meninas ainda.

Se existe uma vontade em mim é a de conhecer o lugar aonde minha mãe nasceu, além de rever sua mãe e seu tio.

Meu irmão está aí. Talvez ele não tenha tido a emoção de tocar a terra de nossa origem. Eu nunca conversei com ele sobre isso. Mas no dia em que eu tocar seu solo, estarei completa... ou repleta e realizada.

Obrigada por ter lembrado da maluca aqui do Brasil

Da Leila

Leila Marinho Lage
Enviado por Leila Marinho Lage em 05/09/2008
Alterado em 05/09/2008
Copyright © 2008. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários



Site do Escritor criado por Recanto das Letras