Clube da Menô

A minha vida só é possível incrementada!

Textos


Na mão do florista

O florista tinha pressa e não se deu conta que eu o chamava: “Ei! Para aí!”.

Eu o persegui até ele perceber minha presença. Virou-se e perguntou: “Quer este ramalhete?”.

Encabulada eu pedi: “Não necessariamente. Só quero fotografá-lo”.

Todos os floristas têm algo de poeta e este disse: “Só as flores ou eu com elas?”.
 

Foto de Leila Marinho Lage
Leila Marinho Lage
Enviado por Leila Marinho Lage em 14/11/2009
Alterado em 14/11/2009


Comentários



Site do Escritor criado por Recanto das Letras