Clube da Menô

A minha vida só é possível incrementada!

Textos

Rio de Janeiro (que continua lindo), 08 de janeiro de 2013
 
Oi!  Sou Eduardo!
 
Eu sou seu atendente virtual da operadora de telefonia OI. Meu nome é Eduardo e fizeram com que eu parecesse um Bambi feliz na floresta encantada, falando besteiras para os usuários desta Empresa.
 
A grana foi muito boa e eu aceitei ser o porta-voz desta geringonça. .Acontece que eu sou pai de filhos e preciso pagar contas, mas não gosto de ficar pulando por aí serelepe enquanto outras pessoas sofrem com as minhas palavras otimistas.
 
Eu nem me chamo Eduardo! Meço um metro e meio e tenho 120 quilos. Sofro daa Síndrome de Pickwick. Como não consigo dormir, fico aqui pentelhando as pessoas. Estou no quinto casamento, confesso. Ao invés de fazer dieta, fico aqui engordando a minha conta enquanto a conta dos outros vai pro vermelho.
 
Eu disse para a doctor, no sétimo dia de sua saga, que eu ia consertar o telefone dela, mas, aí, às 23 h:59min do dia 7 de janeiro, mudei a gravação e dei mais 24 horas para ela ficar muito emputecida comigo.
 
Doutora Leila, assim que eu vi o número que digitou, (21- 25934198) fui obrigado a colocar a OI fora de área. Não aguentamos mais as suas gravações, as quais serão solicitadas por sua advogada., para um chumbo grosso que vai meter no meio de nós.
 
Olha, eu sou só viadinho na voz, mas não vou suportar chumbo grosso, não.To saindo de fininho...
 
Mesmo eu sendo um computador, aqui neste empreguete sem-vergonha, sei que está muito preocupada com a sua clientela e o buraco é bem mais embaixo do que pensam. To com a senhora!  Preserve, portanto, o meu, ok?
 
Eu, máquina, me demito. Serei substituído por alguma Mychelle  (desculpem-se as Mychelles) com uma voz macia e simpática, mas eu cansei de ser o boiola que engambela profissionais.
 
Desde o dia 2 de janeiro a doctor está passando o maior perrengue com esta merda de OI. Ela tenta religar seu telefone fixo e essa gente está amarrando a vida dela. Ela fica tentando ter linha e os filhos da puta dizem que vão consertar a linha naquele dia e isto acontece desde a semana passada.
 
Eu soube que a doctor teve alguns contratempos, principalmente com situações médicas graves. Até um bebê podia ter sobrevivido se o seu telefone funcionasse
 
Eu ouvi que ela está perdendo muita grana e que tem despesas que a esperam. Eu até acho que ela deve mudar mesmo para outra operadora, pois eu já vi que no meu emprego a coisa não rola direito. Eu fico aqui, que nem um almofadinha, um imbecil, falando alegremente pra quem batalha, pra um trabalhador que não está nem um pouco a fim de papinhos pra boi dormir.
 
Eu, como máquina, o viadinho da vez, to saindo fora! Não aguento tanta hipocrisia. Prefiro dormir com um respirador no meu nariz do que sentir este fedor. Troquem-me por Pryscillas e Samanthas com voz sensual. Não quero mais este cargo de um Eduardo vagabundo!
 
Doc, desculpe-me toda vez que ligou. Eu te ouvia xingando, mas, como sou cibernético, precisava te ignorar. Eu sei o que passa e dou o maior apoio! Ainda bem que colocou uma pólvora legal no canhão que vai detonar a OI.
 
Peço-lhe, entretanto, encarecidamente, que me leve para a sua casa ou para seu consultório. Eu posso ser muito útil na secretária eletrônica, até mesmo nas mensagens de Feliz Aniversário e de Boa Páscoa para seus conhecidos mais distantes.. Quem sabe eu possa fazer parte do Clube da Dona Menô um dia, né?...
 
Pense nisto!
 
http://www.clubedadonameno.com
 

 
 
 
 
 
 
Leila Marinho Lage
Enviado por Leila Marinho Lage em 08/01/2013
Copyright © 2013. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários



Site do Escritor criado por Recanto das Letras