Clube da Menô

A minha vida só é possível incrementada!

Textos


Eclipse total da lua

 "Time and tide wait for no man"
(O tempo e a maré não esperam por ninguém)

Daqui a meia hora (talvez só lerão muito tempo depois) vai haver no Brasil o eclipse total da lua.

Seria lindo. Digo "seria" porque está nublado e chovendo por aqui. Pelo menos de minha casa, aqui no Rio de Janeiro, nada dá pra ver no céu além de nuvens. É uma pena, pois a visão pela minha varanda da lua é linda.

Lembro que antigamente minha mãe não me deixava fixar os olhos em eclipses. Havia o tabu de que ficaríamos cegos ou algo de ruim aconteceria. Como sempre fui descrente em tudo que não conseguia achar uma razão plausível, jamais respeitei esta ordem.

Teremos ainda em 2008 um eclipse parcial da lua, mas eclipse total só daqui a três anos.  

Quantos eclipses eu já presenciei? Dá até pra contar nos dedos, e sobrarão muitos.

Minha maior frustração foi a chegada do cometa Haley. Ele me pareceu muito com os nossos políticos - avisa, faz o maior estradalhaço, deixa o mundo esperançoso e, quando mais se espera dele, o cara faz uma merda e nos decepciona.

A vida é assim... Mas não posso dizer que daqui a três anos eu tentarei ver a lua sumir de novo... Não só pelo céu, mas, também, pelo fato de eu não saber se estarei viva.

Se formos esperar muito dos cometas e eclipses, teremos mais decepções pela frente, a não ser que invistamos nesta visão: ir para a montanha ou praia, pegar um avião, ir num observatório etc... Caso contrário, nada cairá em nossas mãos - nem uma estrela, nem a lua, nem um sonho.

O tempo passa; a natureza tem seu tempo; os fenômenos acontecem periodicamente, no seu ritmo, e não esperam por nós. Que façamos de nossas vidas mais do que ficar olhando para o céu, esperando que algo aconteça.
 
Leila Marinho Lage 
RIo, 20 de janeiro de 2008 - 23:30h
http://www.clubedadonameno.com

 

Leila Marinho Lage
Enviado por Leila Marinho Lage em 20/02/2008
Alterado em 21/02/2009
Copyright © 2008. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários



Site do Escritor criado por Recanto das Letras